fabricando sonhos

O tão castigado mercado da aviação leve brasileira e a sua indústria, que muitas vezes foi derrubada por excesso de burocracias e outras complicações legais – apesar do enorme potencial de crescimento e geração de mão de obra especializada – talvez tenham dias melhores pela frente. Ao que tudo indica a Anac tem tomado um posicionamento para facilitar a vida de quem quer produzir uma aeronave leve.

Aeroclube de Pernambuco

A situação se repetiu em diversas cidades brasileiras. Por conta da aproximação dos bairros em seu entorno um aeroporto se vê acuado. Algumas vezes um aeroclube está lá dentro dele e precisa lutar para não fechar as portas. Como que em vários casos essas entidades estão em aeroportos secundários a força da grana da especulação imobiliária acaba vencendo essa queda de braço. Com o Aeroclube de Pernambuco não foi diferente. Nasceu em 1940 no bairro que fica a Bacia do Pina em Recife (PE), no aeroporto Encanta Moça. Uma área de 21 hectares bem ....

Aumento dos Combustíveis

Para o setor que estava entusiasmado com melhores tempos com a evolução das liberações das restrições causadas pela pandemia, os aumentos sistemáticos mais recentes podem fazer rever os planos para os próximos anos. Mandaram um monte de baldes para cima das companhias aéreas e dos passageiros, e foi de água bem fria, nada de querosene.

Ganância sem tamanho

Imagine o quanto atraente é uma área enorme, em região central de uma capital, com terreno que dispensaria ou pouco necessitaria de terraplanagem. É o sonho de qualquer dono de construtora nesse país. Contudo, o problema disso é que nessa mesma área existe um aeroporto funcionando em cima dela há oito décadas pelo menos. Se fosse num país sério, esse terreno sequer estaria cotado para fazer algo que não fosse o próprio aeroporto. Mas aqui o interesse imediato e, ao que parece, de alguns poucos, faz com o aeroporto Carlos Prates em Belo Horizonte esteja dentro de um processo pela desativação